“Política não se faz pela imprensa”, diz Mendes, eleito presidente

Plimp Malvern
Plimp Malvern
3 Min Read

O governador Mauro Mendes foi eleito presidente do Diretório Estadual do União Brasil em Mato Grosso, substituindo o deputado federal Fábio Garcia. A votação, por unanimidade, aconteceu neste domingo (30) na sede do partido, em Cuiabá.

Durante discurso, o chefe do Executivo chamou a atenção dos aliados. Segundo Mendes, questões envolvendo o partido têm que ser tratadas de forma interna, não pela imprensa.

“Essa semana foi marcada por alguns ruídos, algumas fofocas, mas nada de verdade tinha na fofoca. Hora que sentamos à mesa, em pouco menos de 10 minutos a fofoca foi desfeita. O União continua sendo o União Brasil que sempre foi”, disse o governador.

Precisamos acabar com essa história de ficar fazendo pronunciamento sobre o partido na imprensa, mandando recado
“Mais uma lição de que política se faz à mesa, não pela imprensa. Precisamos acabar com essa história de ficar fazendo pronunciamento sobre o partido na imprensa, mandando recado. […] Divergências vão existir, assim como dentro de casa”,

Na semana passada, após a eleição interna ser anunciada, alguns deputados reclamaram da falta de diálogo dentro do partido, em especial o deputado estadual Júlio Campos.

O parlamentar disse que não foi informado sobre a decisão, que ele classificou como “tramoia”, e que o processo seria uma “sacanagem” e “falta de respeito”. As declarações dele foram rebatidas por Fábio Garcia.

Júlio ainda ameaçou “soltar os cachorros” na reunião que aconteceu na última quinta-feira, 27 de abril.

No dia, ele chegou com uma carta de desfiliação, mas foi convencido por Mendes a não abandonar a legenda, tendo como garantia a participação dos deputados estaduais que puderam indicar nomes para o diretório do partido.

Novo diretório

A ideia de Mauro assumir a presidência da sigla seria para “apaziguar” os ânimos entre Garcia e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, que disputam quem será o candidato a prefeito de Cuiabá nas eleições em 2024.

Além dele na presidência, a composição da Executiva Estadual ainda conta com o deputado federal Fábio Garcia como 3º vice-presidente, o deputado Dilmar Dal Bosco como secretário-geral, o senador Jayme Campos como 1º vice-presidente, o deputado federal Coronel Assis como 2º vice-presidente e Aécio Rodrigues como tesoureiro.

Um novo diretório deve ser escolhido em maio de 2024.

“Durante esse período que estarei à frente do partido, quero torná-lo ainda mais plural e democrático, para que possamos atender todos os nosso filiados que estão nos quatro cantos deste Estado”, disse Mauro.

Share This Article
Leave a comment